[Cipriano Dourado]

[Cipriano Dourado]
[Plantadora de Arroz, 1954] [Cipriano Dourado (1921-1981)]

domingo, 3 de maio de 2015

[0977.] ANA DE CASTRO OSÓRIO // DESFAZENDO EQUÍVOCOS

Ana de Castro Osório não pode ser considerada jornalista, ao contrário de Virgínia Quaresma, embora a sua tribuna mais regular fosse a imprensa, onde assinou centenas e centenas de textos e subscreveu muitos editoriais, sobretudo entre 1909 e 1911.

Gostaria de ter sido paga pela colaboração regular nos diferentes periódicos onde escreveu mas, apesar de inúmeras diligências, tal não aconteceu.

Escritora, pedagoga, editora, publicista e propagandista republicana, foi a principal ideóloga do feminismo português das primeiras duas décadas do século XX. 


Sem comentários: